Tags

, , , , , , , , , , , , ,

Vintage,Corsets,Pin Ups,Musicais burlescos sempre me chamaram atenção.Confesso que sou apaixonada mas nunca pesquisei a fundo sobre a história.

Pin up

Um pouco da história dos Corsets:
O Espartilho ou Corset surgiu por volta do século XVI, e tinha como objetivo manter a postura e dar suporte aos seios. Somente por volta do século XIX graças a invenção dos ilhóses e o uso de barbatanas de baleia que a atenção foi voltada para a cintura e teve início a era das cinturas minúsculas, conhecida como era Vitoriana. A peça caiu em desuso no início do século XX quando foi inventado o sutiã. Nos anos 40 ela foi usada pelas Pin-ups e inspirou Christian Dior, que criou o New Look.
Nos anos 60 o espartilho se tornou um acessório do fetiche. No início dos anos 80 alguns estilistas trouxeram de volta à moda peças que antes tinham sido relegadas ao fetiche e dentre elas estava o Espartilho. Esse revival não durou muito, em 1990 apenas poucos espartilhos apareciam em coleções de estilistas famosos. Em 2010, o espartilho voltou à moda.

Modelos Tight lacing:

O objetivo do tight lacing é afinar a silhueta, o que pode causar uma alteração na caixa torácica dependendo do nível utilizado. Este modelo de espartilho ajuda a levantar os seios e corrigir a postura. No entanto, estes efeitos são apenas temporários e serão perdidos a partir do desuso do produto.
Muitos tightlacers reduzem em demasia os centímetros da circunferência de sua cintura, outros optam somente por reduzir alguns centímetros.

Outros modelos conhecidos:
Underbust – são espartilhos confeccionados abaixo do seio.
Overbust – são espartilhos confeccionados acima do seio.
Overbust com bojo – são espartilhos confeccionados com bojo de variados tamanhos.
Waist Cincher (linha para tightlacers) – são underbusts menores na medida da altura da cintura.

Um pouco da história sobre Pin up:

Pin-up também pode se referir a desenhos, pinturas e outras ilustrações feitas por imitação a estas fotos. O termo foi documentado pela primeira vez em inglês em 1941 contudo, seu uso pode ser rastreado pelo menos até a década de 1890. As imagens “pin up” podiam ser recortadas de revistas, jornais, cartões postais, cromo-litografias e assim por diante. Tais fotos apareciam freqüentemente em calendários, os quais eram produzidos para serem pendurados (em inglês, pin up) de alguma forma. Posteriormente, posters de “pin-up girls” começaram a ser produzidos em massa.

Clássico olho gatinho na maquiagem.Dita Von Teese

Tutorial de Maquiagem Pin up clássica :

Muitas “pin ups” eram fotografias de celebridades consideradas sex symbols.
A expressão “cheesecake” é sinônimo de “foto pin-up”. O mais antigo uso documentado neste sentido é de 1934 , antecipando-se a “pin-up”, embora anedotas afirmem que a expressão estava em uso na gíria pelo menos 20 anos antes, originalmente na frase (dita sobre uma bela mulher) better than cheesecake (algo como um verdadeiro pitéu).

Cenas do clipe Candyman da cantora Christina Aguilera

We can do it!

Um dos vídeos que mais gosto da cantora Christina Aguilera é o “Candyman” do albúm “Back to Basics” lançado em 2006.Além do albím ser totalmente inspirado nas músicas dos anos 20,30 e 40,foi definido como um albúm retrô com toques modernos.
“Candyman” é uma canção swing jazz,que foi escrita por Aguilera e Linda Perry.Segundo elas,a canção seria uma nova versão do hit “Boogiu Woogie Bugle Boy” do trio americano (The Andrews Sisters) famosas nos anos 40.
Formado pelas irmãs LaVerne Sophie (1911-1967), Maxene Angelyn (1916-1995) e Patricia Marie Andrews (1918) o grupo atuou desde o final dos anos 30 até meados dos anos 60.

Venderam mais de 90 milhões de cópias de seus discos, ganharam 9 discos de ouro e gravaram mais de 700 canções. A canção ainda contém uma referência aos militares, através no trecho “Tarzan & Jane Swingin’ on a Vine”, do álbum “Run to Cadence with the United States Marines, Volume 2”, que corresponde àqueles gritos de guerra quando os militares estão correndo ou marchando e o general pergunta algo e os militares respondem.
Christina Aguilera com seu vozeirão usou muito seu talento com um clipe cheio de referências.
A temática do clipe é a 2ª Guerra Mundial. E é nesse ambiente que surge outra excelente referência: Rosie the Riveter, do famoso pôster “We Can Do It”.
E claro,Christina Aguilera aparece em cenas inspiradas nas garotas pin-up Judy Garland, Betty Grable, e Rita Hayworth, todas da década de 40.

Um pouco do Burlesco:
O burlesco tem suas origens no Music Hall da Grã-Bretanha, no século 19, onde grupos de artistas de variados talentos faziam um espetáculo para uma audiência formada pelas classes mais baixas da época, com uma espécie de deboche, de sátira, de paródia às obras e aos hábitos, comportamentos, valores e preferências da classe social mais alta, através de esquetes, música, dança e etc.
Só em 1860 um pouco de nudez (leia-se pernas, braços e coxas) foi introduzida ao espetáculos e só em 1920, já no século 20, o strip-tease (sem nudez total) chegou ao gênero, como uma resposta desesperada aos adventos do Cinema e Rádio que estavam acabando com a audiência dos shows e fechando casas, cabarés, teatros e clubes que antes ferviam com o burlesco.

Dita Von Teese "A Rainha do Burlesco" da era moderna.

Sites de vendas de corsets e moda vintage no Brasil e exterior :

Corset-Story

Madame Sher 

Black Cat Corset

Cherry Pie